Ícone do site suino Brasil, informações suino

Alemanha confirma primeiros casos de PSA em fazendas

Escrito por: Cândida Azevedo - Doutorado pela Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"

A Alemanha confirmou a detecção dos primeiros casos de Peste Suína Africana (PSA) em animais de fazendas, informou o Ministério da Agricultura federal na última sexta-feira (16). A doença foi encontrada em suínos de duas fazendas no Estado de Brandemburgo, no leste do país.

Casos anteriores haviam sido registrados somente em animais selvagens, com 1.267 casos tendo sido confirmados em javalis na área de Brandemburgo até o momento. A região faz fronteira com a Polônia, por onde a doença já se espalhou.

A China e outros países compradores de carne suína proibiram importações da proteína proveniente da Alemanha em setembro de 2020, após a confirmação do primeiro caso em animais selvagens. As proibições de importação estabelecidas pela China e por outros grandes compradores asiáticos seguem em vigor.

O Ministério da Agricultura alemão disse que o instituto científico Friedrich-Loeffler confirmou que os animais domésticos possuíam a peste suína africana. Mesmo com a adoção de medidas de restritivas para controle, tais como: controle de tráfego dentro do país; vigilância fora da zona de contenção e / ou proteção; triagem; rastreabilidade; eliminação oficial de carcaças, subprodutos e resíduos; controle de reservatórios de vida selvagem e zoneamento; a doença que dizimou 40% do rebanho suíno chinês atingiu os suínos domésticos no Estado de Brandemburgo. 

A doença foi encontrada em suínos de uma fazenda de sistema de produção orgânica com 200 animais e em uma pequena propriedade com apenas dois suínos, segundo o Ministério da Saúde de Brandemburgo. Todos os animais foram sacrificados.

 

Fonte: Globo Rural.