Patologia e Saúde Animal

Doença de Aujeszky ou Pseudoraiva em suínos: uma virose que pode ser controlada

PDF

Para ler mais conteúdos de suínoBrasil 2º Trimestre 2023

agronutri topo janeiro/24

Doença de Aujeszky ou Pseudoraiva em suínos: uma virose que pode ser controlada  

A doença de Aujeszky (DA) ou pseudoraiva é uma virose que afeta primariamente a espécie suína. A ocorrência desta doença em outras espécies é, usualmente, consequência de contatos com suínos infectados. 

A DA não é uma zoonose, portanto não afeta seres humanos. 

Nos suínos, a enfermidade caracteriza-se por sinais clínicos nervosos e respiratórios, por alto índice de mortalidade entre leitões não imunes e por graves transtornos reprodutivos em porcas prenhes. 

O vírus da doença de Aujeszky (VDA) pertence à família Herpesviridae, subfamília dos Alfaherpesvirus

Eu sou a voz do agro

Os suínos são os hospedeiros naturais e reservatórios do vírus na natureza, pois podem sobreviver à infecção e servem de fonte natural do vírus para outras espécies animais como bovinos, caninos, felinos, ovinos, caprinos e leporinos (coelhos), nos quais a doença é sempre fatal. 

Após a infecção inicial num rebanho suscetível todos os suínos podem ser acometidos. Porém, após o surto ser controlado, a transmissão fica limitada ao plantel de reprodutores e, dependendo da exposição, a transmissão também pode ocorrer nos suínos de terminação. 

A introdução de leitoas não imunes e que estejam disseminando vírus, ou por reativação da latência viral devido a condições estressantes, são um importante fator na epidemiologia da DA

Uma das principais características dos Alfaherpesvírus é a habilidade de estabelecer infecções latentes no tecido nervoso do hospedeiro.

O estado de latência é caracterizado pela presença do genoma viral em neurônios, sem replicação viral ou sinais clínicos. Dessa forma, o vírus pode permanecer latente por longo tempo, provavelmente por toda a vida, fora do alcance do sistema imunológico. 

Nesta condição, o VDA constitui-se no ponto chave da epidemiologia dessas infecções, sendo o maior obstáculo para o estabelecimento de medidas de controle e erradicação. 

As infecções latentes podem ser reativadas por situações de estresse tais como:




PARA SEGUIR LENDO REGISTRE-SE É TOTALMENTE GRATUITO


Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital




CADASTRO




ENTRE EM
SUA CONTA








ENTRAR


Perdeu a senha?




JUNTE-SE À NOSSA COMUNIDADE SUÍNA

Acesso aos artigos em PDF
Informe-se com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente na versão digital

DESCUBRA
AgriFM - Los podcast del sector ganadero en español
agriCalendar - El calendario de eventos del mundo agroganaderoagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formación para el sector de la ganadería