Nutrição e Alimentação

Deficiência de ferro em suínos: Patogenia, sinais clínicos, diagnóstico, controle e tratamento

PDF

Para ler mais conteúdos de suínoBrasil 1º Trimestre 2024

agronutri topo janeiro/24

Deficiência de ferro em suínos: Patogenia, sinais clínicos, diagnóstico, controle e tratamento

O ferro (Fe) é um mineral importante para as funções vitais do organismo, especialmente em animais em crescimento e sua distribuição no corpo pode ser dividida em:

  • Hemoglobina, ferro funcional, 60%;
  • Mioglobina, 20%;
  • Diferentes enzimas.

Um leitão nasce com reservas limitadas de Fe (50 mg Fe) e a necessidade diária de Fe durante as primeiras semanas de vida é de cerca de 7-10 mg. O leite da porca, no entanto, fornece ao leitão apenas aproximadamente 1 mg de Fe por dia.

Um fornecimento precoce de Fe aos leitões lactentes é, portanto, essencial para sua sobrevivência. Sem suplementação de Fe, os leitões lactentes desenvolvem anemia 10 a 14 dias após o nascimento.

Deficiência de ferro em suínos: Patogenia, sinais clínicos, diagnóstico, controle e tratamento
Eu sou a voz do agro

Deficiência de ferro em suínos: Patogenia, sinais clínicos, diagnóstico, controle e tratamento

  • Elevada intensidade de crescimento dos leitões nas primeiras semanas de vida,
  • Baixa concentração de Fe no leite da porca,
  • Baixas reservas fetais de Fe e
  • Perda de sangue no parto.

A alta intensidade de crescimento torna os suínos mais propensos à anemia por deficiência de Fe em comparação com outros animais de produção.

Durante a primeira semana, um leitão duplica o seu peso de 1,5 para 3 kg e, ao mesmo tempo, o volume plasmático aumenta em 30%.

Os leitões, normalmente, atingem quatro a cinco vezes o peso ao nascer ao final de três semanas e oito vezes o peso ao nascer ao final de oito semanas de vida. Quanto mais intensa for a taxa de crescimento do leitão, maior será o risco de os leitões se tornarem deficientes em Fe e anêmicos.

A quantidade de Fe absorvida pelos leitões a partir do colostro e do leite apresenta grande variabilidade entre porcas. O consumo de leite de um leitão varia entre 0,5-1 l por dia. O teor de Fe no leite das porcas varia de 0,2 a 4 mg/l e o leitão pode absorver 60 a 90% do Fe do leite.




PARA SEGUIR LENDO REGISTRE-SE É TOTALMENTE GRATUITO


Acesso a artigos em PDF
Mantenha-se atualizado com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente em versão digital




CADASTRO




ENTRE EM
SUA CONTA








ENTRAR


Perdeu a senha?




JUNTE-SE À NOSSA COMUNIDADE SUÍNA

Acesso aos artigos em PDF
Informe-se com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente na versão digital

DESCUBRA
AgriFM - Los podcast del sector ganadero en español
agriCalendar - El calendario de eventos del mundo agroganaderoagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formación para el sector de la ganadería