Saúde intestinal

Intestino, o maior órgão imune do organismo – Parte 1

PDF
Contenido disponible en

Para ler mais conteúdos de SuínoBrasil 2º Trimestre 2022

IPVS suinoBrasil

Na primeira parte do artigo “Intestino, o maior órgão imune do organismo”  a estrutura do tecido linfoide associado ao intestino (GALT) é ressaltada.

As células imunes e estruturas linfoides presentes no trato gastrintestinal (TGI) constituem o maior órgão imune do organismo. As bases do sistema imunológico associado à mucosa intestinal são divididas em cinco esferas, sendo elas:

  1. Barreira epitelial, barreira física, camada de células epiteliais (enterócitos e colonócitos), células caliciformes produtoras de muco (Células de Goblet), células de Paneth produtoras de substâncias bactericidas (defensinas), células transportadoras (células M), linfócitos T intraepiteliais;
  2. Folículos linfoides isolados, local de início das respostas imunes adaptativas, estrutura organizada de populações de células imunes;
  3. Placas de Peyer, local de início das respostas imunes adaptativas, estrutura organizada de vários folículos linfoides com centros germinativos;
  4. Tecido linfoide difuso, macrófagos, células dendríticas, mastócitos, linfócitos T efetores, células T reguladoras, plasmócitos secretores de IgA dispersos na lâmina própria da mucosa; e
  5. Linfonodos mesentéricos, local de início das respostas imunes adaptativas contra antígenos intestinais trazidos pelo sistema linfático (Gonçalves et al., 2016).

A superfície da mucosa é revestida por um muco formado por mucinas, que são secretadas pelas células de Goblet e criam uma barreira que impede que partículas maiores, incluindo a maioria das bactérias, entrem em contato direto com a camada de células epiteliais (Turner, 2009).

As mucinas contêm diferentes oligossacarídeos e incluem glicoproteínas secretadas e de superfície celular. As mucinas secretadas, incluindo MUC2, MUC5 e MUC6, formam um gel hidratado de 300 a 700 μm de espessura que tem duas camadas: uma camada externa menos densa que normalmente é colonizada por bactérias e uma camada interna densa que está ligada ao epitélio e é livre de bactérias.

Siavs 2022

As células de Paneth, situadas nas criptas do intestino delgado, secretam α-defensina. Enquanto que no cólon, β-defensinas são produzidas por células epiteliais absortivas nas criptas intestinais, algumas constitutivamente e outras em resposta à citocina pró-inflamatória IL-1 (Abbas et al., 2015).

MAIS SOBRE Saúde intestinal

JUNTE-SE À NOSSA COMUNIDADE SUÍNA

Acesso aos artigos em PDF
Informe-se com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente na versão digital

DESCUBRA
AgriFM - Los podcast del sector ganadero en español
agriCalendar - El calendario de eventos del mundo agroganaderoagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formación para el sector de la ganadería