16 jul 2021

Maior frigorífico da América Latina terá capacidade para abater 23 mil suínos por dia

Em 2023, será a vez do Brasil ganhar um megacomplexo agroindustrial destinado a suínos, que deverá ser o maior da América Latina. Trata-se da unidade da Cooperativa Central Frimesa, que deve inaugurar em 2023 um mega-frigorífico, na cidade de Assis Chateaubriand (PR), com promessa de triplicar a produção. Confira!

Maior frigorífico da América Latina terá capacidade para abater 23 mil suínos por dia

A China anunciou recentemente a conclusão da maior unidade de abate de suínos do mundo. Em 2023, será a vez do Brasil ganhar um megacomplexo agroindustrial destinado a suínos, que deverá ser o maior da América Latina. Trata-se da unidade da Cooperativa Central Frimesa, que deve inaugurar em 2023 um mega-frigorífico, na cidade de Assis Chateaubriand (PR), com promessa de triplicar a produção.

Maior frigorífico da América Latina terá capacidade para abater 23 mil suínos por dia

Maior frigorífico da América Latina terá capacidade para abater 23 mil suínos por dia

 

Ipvs 2022 agriNews FM pt

“Atualmente a nossa capacidade de abate está em 8,3 mil suínos por dia. Com a previsão do 4º estágio da obra, previsto para ser concluído em 2032, serão abatidas 23,3 mil cabeças ao dia, somando as operações das unidades em Medianeira e Marechal Cândido Rondon”, destaca o diretor executivo da Frimesa, Elias José Zydek.

 

No primeiro estágio de operação, que vai de 2023 a 2025, a projeção é que a capacidade de abate do novo frigorífico seja de 3,7 mil cabeças/dia. Para o segundo estágio, de 2026 a 2028, o total será de 7,5 mil cabeças/dia, enquanto para a etapa final, de 2029 a 2031, os abates devem totalizar 11,2 mil cabeças/dia.

As obras para a construção do frigorífico tiveram início em outubro de 2017. O tamanho do terreno, com 148.000m², condiz com o valor investido na obra, que supera os R$ 3,2 bilhões.

De acordo com Zydek, a escolha do local para o frigorífico foi estratégica, onde até o acesso da água para captação e escoamento será facilitado.

“A localização de Assis Chateaubriand facilita o deslocamento da produção dos produtores das cooperativas filiadas (Copagril, Lar, C.Vale, Copacol e Primato), por estarem localizados em sua maioria no oeste do Paraná”, ressalta.

Ainda de acordo com o diretor executivo da Frimesa, este novo projeto frigorífico vai contribuir para o fomento da suinocultura na região oeste do Paraná em longo prazo.

Em 10 anos, o abate da Frimesa triplicará, proporcionando oportunidades de aumento da produção de suínos aos produtores, gerando e diversificando a renda das propriedades. A suinocultura terá avanços tecnológicos e de sanidade, gerando segurança aos consumidores e mais renda na cadeia produtiva”, finaliza.

 

Fonte: Canal Rural.

Relacionado com Investimentos

REVISTA SUÍNO BRASIL

Suscribete ahora a la revista técnica de avicultura

EDIÇÃO Revista SuínoBrasil 2º Trimestre 2022

JUNTE-SE À NOSSA COMUNIDADE SUÍNA

Acesso aos artigos em PDF
Informe-se com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente na versão digital

DESCUBRA
AgriFM - Los podcast del sector ganadero en español
agriCalendar - El calendario de eventos del mundo agroganaderoagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formación para el sector de la ganadería