12 jan 2021

PSA: Surtos são notificados no mundo

A Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) informou, em seu último relatório, que 114 novos surtos de peste suína africana (PSA) foram notificados no mundo entre os dias 25 de dezembro e 7 de janeiro. Clique aqui e confira o levantamento completo da OIE!

PSA: Surtos são notificados no mundo

A Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) informou, em seu último relatório, que 114 novos surtos de peste suína africana (PSA) foram notificados no mundo entre os dias 25 de dezembro e 7 de janeiro, ante 218 casos verificados no levantamento anterior. O número total de surtos em andamento subiu de 7.865 para 7,927, sendo 4.228 surtos somente na Romênia e 1.336 no Vietnã.

Dos novos surtos, 74 foram notificados na Europa e 40 na Ásia. Os dados constam de levantamento quinzenal divulgado pela OIE.

De acordo com a organização, surtos novos ou em andamento foram registrados em 23 países. Na Europa, Alemanha, Letônia, Moldávia, Polônia, Romênia, Rússia, Sérvia e Ucrânia ainda apresentam a incidência da doença. Na Ásia, China, Índia, Indonésia, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Papua Nova Guiné, Laos, Mianmar, Filipinas, Rússia, Timor Leste e Vietnã têm casos em andamento. Já na África, Namíbia, Nigéria, África do Sul e Zâmbia reportam a presença do vírus.

Advista Porkexpo 2022

Durante o levantamento, foram notificadas perdas de 328 animais na Romênia, 90 na Rússia e 39 na Ucrânia.

Surtos na Alemanha 

O surto de PSA em javalis, no norte da Alemanha, continua aumentando, principalmente em Brandemburgo e na região da Saxônia. Um total de 480 carcaças testaram positivo para vírus (463 em Brandenburg e 17 na Saxônia) até o momento. Além disso, um caso suspeito em Potsdam, está sendo investigado – portanto fora das zonas de restrição.

Diante dessa situação, a ministra da Agricultura da Alemanha, Julia Klöckner, apelou em um comunicado, para o cumprimento das medidas impostas para conter a doença que, por enquanto, não chegou às populações de suínos domésticos.

Além da busca por animais contaminados e caça dos javalis selvagens, são utilizadas armadilhas e abates em áreas cercadas. O objetivo é impedir o contato de animais ainda sadios em uma área livre de javalis e, portanto, a disseminação do vírus.

O governo da Alemanha, no entanto, enfrenta dificuldades para manter o isolamento feito por cercas elétricas de proteção em torno das áreas centrais e ao longo da fronteira entre a Alemanha e a Polônia, em 63 quilômetros construídos em Mecklenburg-Western Pomerania, 127 km em Brandenburg e 56 quilômetros na Saxônia. As cercas temporárias têm sido destruídas por ações intencionais, segundo o governo.

“O vandalismo põe em risco o sucesso do controle da epidemia. Isso é assustador e pode ter consequências”, disse a ministra alemã Julia Klöckner. O governo alemão está investigando os supostos casos de destruição das cercas.

Até agora, segundo a Alemanha, os estoques de suínos domésticos estão livres da PSA. Mas, desde a primeira ocorrência em javalis, em 10 de setembro de 2020, países como a China, proibiram importações de carne suína alemã.

 

Fonte: Agência Estado.

Relacionado com Controle Sanitário

REVISTA SUÍNO BRASIL

Suscribete ahora a la revista técnica de avicultura

EDIÇÃO Revista SuínoBrasil 2º Trimestre 2022
IPVS 2022 novas perspectivas da suinocultura: biossegurança, produtividade e inovação

IPVS 2022 novas perspectivas da suinocultura: biossegurança, produtividade e inovação

Fernanda Radicchi Campos Lobato de Almeida
Intestino, o maior órgão imune do organismo – Parte 1

Intestino, o maior órgão imune do organismo – Parte 1

Cândida Azevedo Henrique Cancian
Complexos multi-enzimáticos melhoram a digestibilidade e desempenho nos suínos

Complexos multi-enzimáticos melhoram a digestibilidade e desempenho nos suínos

Equipe Adisseo
Diversidade microbiana intestinal de suínos e quadros de disenteria suína

Diversidade microbiana intestinal de suínos e quadros de disenteria suína

Amanda G. S. Daniel Roberto M. C. Guedes
Nutrição sustentável de suínos

Nutrição sustentável de suínos

Carlos Alexandre Granghelli Cristiane Soares da Silva Araújo Lúcio Francelino Araújo Luiz Antônio Vitagliano
Rotavirose suína: epidemiologia, patogenia, sinais clínicos, diagnóstico e controle da doença

Rotavirose suína: epidemiologia, patogenia, sinais clínicos, diagnóstico e controle da doença

João Paulo Zuffo Jônatas Wolf Ricardo Yuiti Nagae
Encontro Regional ABRAVES-PR 2022

Encontro Regional ABRAVES-PR 2022

Avaliação da eficácia de um inativador de micotoxinas frente a um adsorvente em leitões na fase de creche

Avaliação da eficácia de um inativador de micotoxinas frente a um adsorvente em leitões na fase de creche

Equipe técnica de suínos da Vetanco
A evolução da suinocultura brasileira e a  importância da realização do 10º IPVS (International Pig Veterinary Society) em 1988

A evolução da suinocultura brasileira e a importância da realização do 10º IPVS (International Pig Veterinary Society) em 1988

Luciano Roppa
A vida intrauterina pode influenciar o desenvolvimento gastrointestinal dos suínos?

A vida intrauterina pode influenciar o desenvolvimento gastrointestinal dos suínos?

Ana Luísa Neves Alvarenga Dias Fernanda Radicchi Campos Lobato de Almeida Fernanda Radicchi Campos Lobato de Almeida Letícia Pinheiro Moreira Thais Garcia Santos
Fêmeas hiperprolíficas: existe manejo ideal durante a lactação?

Fêmeas hiperprolíficas: existe manejo ideal durante a lactação?

César Augusto Pospissil Garbossa
Desequilíbrio entre a oferta e demanda de carne suína e os impactos na rentabilidade do setor

Desequilíbrio entre a oferta e demanda de carne suína e os impactos na rentabilidade do setor

Wagner Yanaguizawa

JUNTE-SE À NOSSA COMUNIDADE SUÍNA

Acesso aos artigos em PDF
Informe-se com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente na versão digital

DESCUBRA
AgriFM - Los podcast del sector ganadero en español
agriCalendar - El calendario de eventos del mundo agroganaderoagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formación para el sector de la ganadería