08 mar 2022

Uso de antibióticos em porcas gestantes e o desenvolvimento intestinal de leitões

A dieta fornecida à porca durante a gestação  e lactação influencia o desenvolvimento intestinal e a saúde da leitegada. Leia o artigo completo!

Uso de antibióticos em porcas gestantes e o desenvolvimento intestinal de leitões

A dieta fornecida à porca durante a gestação  e lactação influencia o desenvolvimento intestinal e a saúde da leitegada.

A maturação do trato gastrointestinal dos leitões é um processo multifatorial que é importante para a saúde dos leitões em sistemas de produção.

 

Vetanco SuinoBrasil Advista

 

 

O objetivo é melhorar a saúde dos leitões através de intervenções maternas.

Estudos em humanos e animais indicam que a dieta materna durante a gravidez e lactação influencia o desenvolvimento intestinal e a saúde da prole.

A microbiota intestinal contribui significativamente para o desenvolvimento imunológico e a saúde metabólica.

Mudanças na composição da microbiota, especialmente em uma idade jovem, podem levar a uma perturbação do sistema imune no intestino que afetam a saúde.

Isso implica que mudanças e intervenções no desenvolvimento inicial do intestino podem ter efeitos de longo prazo sobre a competência do sistema imunológico do hospedeiro.

Foi demonstrado anteriormente que um único tratamento antibiótico em leitões diretamente após o nascimento levou a mudanças significativas na composição da microbiota dos leitões que persistiram ao longo do tempo.

Os leitões tratados com antibióticos evoluíram para um estado homeostático em comparação aos leitões do grupo controle, indicando que as intervenções no início da vida podem ter efeitos duradouros.

 

Nossa hipótese é que as intervenções maternas influenciarão o desenvolvimento imunológico intestinal da leitegada.

Portanto, o objetivo deste estudo é investigar o efeito do tratamento antibiótico materno (amoxicilina) durante a última semana de gestação no desenvolvimento intestinal inicial em leitões recém-nascidos.

 

Resultados

Os autores observaram que as intervenções maternas induziram mudanças na diversidade da microbiota fecal da porca (n = 6 a 8 por tratamento) em torno do nascimento (P <0,001, dia 1).

A análise de microarranjos genômicos em amostras de intestino delgado de leitões de 1 d de idade (n=6 a 8 por tratamento) mostrou genes significativamente expressos (P <0,05) que estavam envolvidos nos processos de formação das tight junctions e produção de imunoglobulinas.

Ao realizar a análise morfométrica, o número de células caliciformes no jejuno foi significativamente menor (P < 0,001) em leitões de porcas que receberam amoxicilina em comparação com os respectivos leitões de controle.

Ambos os genes significativamente expressos (P < 0,05) e dados morfométricos significativos (jejuno P < 0,05 e íleo P < 0,01) indicam que as criptas de leitões de porcas que receberam amoxicilina se aprofundam próximo ao dia do desmame (dia 26).

Este último pode implicar que a administração materna de antibióticos retardou o desenvolvimento intestinal dos leitões.

Conclusão

O uso de antibióticos maternos durante a gestação (final), como prova de conceito de uma modulação, altera a diversidade na microbiota fecal das porcas e também afeta o desenvolvimento intestinal dos leitões no início da vida, porém sem alterações significativas na microbiota de leitões recém nascidos.

 

Isso implica que é possível modular o desenvolvimento intestinal dos leitões por meio de intervenções maternas, embora o impacto na saúde dessa modulação seja desconhecido.

Portanto, pode ser possível direcionar o desenvolvimento intestinal da leitegada por meio de intervenções maternas (alimentação).

Clique aqui para ler o artigo completo: Astrid de Greeff, Dirkjan Schokker, Petra Roubos-van den Hil, Peter Ramaekers, Stephanie A Vastenhouw, Frank Harders, Alex Bossers, Mari A Smits, Johanna M J Rebel, The effect of maternal antibiotic use in sows on intestinal development in offspring, Journal of Animal Science, Volume 98, Issue 6, June 2020, skaa181, https://doi.org/10.1093/jas/skaa181

 

Leia também: 

Colonização microbiana em suínos

 

Relacionado com Saúde intestinal

REVISTA SUÍNO BRASIL

Suscribete ahora a la revista técnica de avicultura

EDIÇÃO Revista SuínoBrasil 2º Trimestre 2022

JUNTE-SE À NOSSA COMUNIDADE SUÍNA

Acesso aos artigos em PDF
Informe-se com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente na versão digital

DESCUBRA
AgriFM - Los podcast del sector ganadero en español
agriCalendar - El calendario de eventos del mundo agroganaderoagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formación para el sector de la ganadería