31 mar 2022

Acrismat doa 3,5 toneladas de carne suína a entidades filantrópicas

Como forma de chamar atenção das autoridades para a crise enfrentada na suinocultura de Mato Grosso, a Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat) iniciou a doação de 3,5 toneladas de carne suína a 16 entidades filantrópicas em Cuiabá e em Sorriso. Saiba mais!

Acrismat doa 3,5 toneladas de carne suína a entidades filantrópicas

Como forma de chamar atenção das autoridades para a crise enfrentada na suinocultura de Mato Grosso, a Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat) iniciou a doação de 3,5 toneladas de carne suína a 16 entidades filantrópicas em Cuiabá e em Sorriso (distante 397 km de Cuiabá). À beira do colapso e próximo de uma quebra na cadeia da suinocultura, produtores decidiram realizar a ação em forma de protesto e para cobrar medidas por parte do Governo do Estado para salvar os criadores.

Acrismat doa 3,5 toneladas de carne suína a entidades filantrópicas

Acrismat doa 3,5 toneladas de carne suína a entidades filantrópicas

 

agriNews FM pt Porkexpo 2022

As entregas começaram a ser realizadas na tarde desta terça-feira (29.03) em Sorriso, onde a associação entregou uma tonelada da proteína para as instituições Mãezinha do Céu, Casa do Oleiro, APAE de Sorriso, Casa de Apoio Santa Maria, Centro de Acolhimento Porto Seguro, Associação dos Amigos da Criança e do Adolescente Paróquia São Pedro Apóstolo e Lar São Francisco de Assis, todas localizadas no município de Sorriso.

Já em Cuiabá, as entregas começaram na manhã desta quarta-feira (30.03), com o Hospital de Câncer de Mato Grosso, que recebeu meia tonelada da proteína. Nos próximos dias, a associação doará mais duas toneladas para as instituições: Apae de Cuiabá, Pastoral do Imigrante, Fundação Abrigo Bom Jesus, Casa da Mãe Joana, Associação Espírita Wantuil de Freitas, Creche Vó Cristina, Associação Espírita Rafael Verlangieri e Associação Espírita Luz e Verdade.

A crise enfrentada pela suinocultura se arrasta há meses e de acordo com a Acrismat, os produtores amargam prejuízos de até R$ 300 por animal vendido.

Por conta desta situação insustentável, vários produtores encerraram as atividades nas últimas semanas. A alta no preço do milho e do farelo de soja, principais insumos para a ração fornecida aos animais, elevou o custo de produção para quase R$ 7,00 para produzir um quilo da proteína, enquanto o valor médio pago ao suinocultor pelo quilo do animal está em torno de R$ 4,50.

Presidente da Acrismat, Itamar Canossa.

“É a pior crise que a suinocultura de Mato Grosso já passou. Estamos próximos de uma situação irreversível e que pode acarretar no fechamento de aproximadamente 20 mil postos de trabalho. Até o momento, apesar dos esforços da associação, nenhuma medida foi tomada para evitar esse colapso”, explicou o presidente da Acrismat, Itamar Canossa.

A associação já se reuniu com deputados estaduais, inclusive integrantes da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), além de um encontro com o governador Mauro Mendes, para pleitear a implantação de medidas emergenciais, mas até o momento nenhuma solicitação foi atendida.

“Pedimos a inclusão de novas finalidades da atividade no Programa de Desenvolvimento Rural de Mato Grosso (Proder) e a redução do ICMS para frigoríficos na comercialização da carne suína. São medidas emergenciais que podem determinar a quebra da atividade ou não, e pode evitar que uma situação irreversível aconteça”, explica Canossa.

Ainda de acordo com a associação, a cadeia da suinocultura é responsável pela geração direta e indireta de 20 mil postos de trabalho em Mato Grosso.

Fonte: Assessoria de Imprensa 

Relacionado com Associações

REVISTA SUÍNO BRASIL

Suscribete ahora a la revista técnica de avicultura

EDIÇÃO Revista SuínoBrasil 2º Trimestre 2022
IPVS 2022 novas perspectivas da suinocultura: biossegurança, produtividade e inovação

IPVS 2022 novas perspectivas da suinocultura: biossegurança, produtividade e inovação

Fernanda Radicchi Campos Lobato de Almeida
Intestino, o maior órgão imune do organismo – Parte 1

Intestino, o maior órgão imune do organismo – Parte 1

Cândida Azevedo Henrique Cancian
Complexos multi-enzimáticos melhoram a digestibilidade e desempenho nos suínos

Complexos multi-enzimáticos melhoram a digestibilidade e desempenho nos suínos

Equipe Adisseo
Diversidade microbiana intestinal de suínos e quadros de disenteria suína

Diversidade microbiana intestinal de suínos e quadros de disenteria suína

Amanda G. S. Daniel Roberto M. C. Guedes
Nutrição sustentável de suínos

Nutrição sustentável de suínos

Carlos Alexandre Granghelli Cristiane Soares da Silva Araújo Lúcio Francelino Araújo Luiz Antônio Vitagliano
Rotavirose suína: epidemiologia, patogenia, sinais clínicos, diagnóstico e controle da doença

Rotavirose suína: epidemiologia, patogenia, sinais clínicos, diagnóstico e controle da doença

João Paulo Zuffo Jônatas Wolf Ricardo Yuiti Nagae
Encontro Regional ABRAVES-PR 2022

Encontro Regional ABRAVES-PR 2022

Avaliação da eficácia de um inativador de micotoxinas frente a um adsorvente em leitões na fase de creche

Avaliação da eficácia de um inativador de micotoxinas frente a um adsorvente em leitões na fase de creche

Equipe técnica de suínos da Vetanco
A evolução da suinocultura brasileira e a  importância da realização do 10º IPVS (International Pig Veterinary Society) em 1988

A evolução da suinocultura brasileira e a importância da realização do 10º IPVS (International Pig Veterinary Society) em 1988

Luciano Roppa
A vida intrauterina pode influenciar o desenvolvimento gastrointestinal dos suínos?

A vida intrauterina pode influenciar o desenvolvimento gastrointestinal dos suínos?

Ana Luísa Neves Alvarenga Dias Fernanda Radicchi Campos Lobato de Almeida Fernanda Radicchi Campos Lobato de Almeida Letícia Pinheiro Moreira Thais Garcia Santos
Fêmeas hiperprolíficas: existe manejo ideal durante a lactação?

Fêmeas hiperprolíficas: existe manejo ideal durante a lactação?

César Augusto Pospissil Garbossa
Desequilíbrio entre a oferta e demanda de carne suína e os impactos na rentabilidade do setor

Desequilíbrio entre a oferta e demanda de carne suína e os impactos na rentabilidade do setor

Wagner Yanaguizawa

JUNTE-SE À NOSSA COMUNIDADE SUÍNA

Acesso aos artigos em PDF
Informe-se com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente na versão digital

DESCUBRA
AgriFM - Los podcast del sector ganadero en español
agriCalendar - El calendario de eventos del mundo agroganaderoagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formación para el sector de la ganadería