17 mar 2022

Municípios gaúchos produziram 10.554.571 suínos para abate no RS em 2021

Na soma de todos os municípios gaúchos, foram produzidos 10.554.571 animais para abate, o que representa aumento de 6,05% em comparação ao ano de 2020. Clique aqui e confira o ranking!

Municípios gaúchos produziram 10.554.571 suínos para abate no RS em 2021

O município de Rodeio Bonito continua ocupando a primeira colocação no ranking, desta vez pelo quinto ano consecutivo

A Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul – ACSURS passou a disponibilizar no site da entidade, desde ontem (16), o ranking de municípios gaúchos e respectivas quantias de suínos produzidos para abate no Estado em 2021.

O município de Rodeio Bonito continua ocupando a primeira colocação no ranking, desta vez pelo quinto ano consecutivo

O município de Rodeio Bonito continua ocupando a primeira colocação no ranking, desta vez pelo quinto ano consecutivo

 

agriNews FM pt Advista

Na soma de todos os municípios gaúchos, foram produzidos 10.554.571 animais para abate, o que representa aumento de 6,05% em comparação ao ano de 2020.

As informações são da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR) através da Seção de Epidemiologia e Estatística (SEE).

O município de Rodeio Bonito continua ocupando a primeira colocação no ranking, desta vez pelo quinto ano consecutivo. Em 2021, o município produziu 245.584 suínos para abate no RS. Se comparado com 2020, uma queda de 9,79%, ou seja, em 2021 foram produzidos 26.676 animais a menos no município em relação ao ano anterior.

Aparecem ainda entre os 10 primeiros colocados os municípios:

Na relação constam 307 municípios produtores.

 

MAIOR REGIÃO PRODUTORA 

O relatório também apresenta a classificação da produção de suínos para abate por região. O Vale do Taquari, assim como no ano anterior, aparece como maior região produtora, com 1.981.002 animais, representando 18,76% da produção do Estado.

Na sequência, entre os primeiros colocados, aparecem a Médio Alto Uruguai com 13,85%; Fronteira Oeste com 12,50%; Norte com 9,54%; e Celeiro com 9,04%.

O levantamento é realizado pela ACSURS, com base nas informações fornecidas SEAPDR/SEE.

Ranking de municípios gaúchos em produção de suínos produzidos para abate no Estado em 2021. Fonte: ACSURS

Ranking de regiões gaúchas em produção de suínos produzidos para abate no Estado em 2021. Fonte: ACSURS

Fonte: Assessoria de Imprensa ACSURS

Relacionado com Agronegócios

REVISTA SUÍNO BRASIL

Suscribete ahora a la revista técnica de avicultura

EDIÇÃO Revista SuínoBrasil 2º Trimestre 2022
IPVS 2022 novas perspectivas da suinocultura: biossegurança, produtividade e inovação

IPVS 2022 novas perspectivas da suinocultura: biossegurança, produtividade e inovação

Fernanda Radicchi Campos Lobato de Almeida
Intestino, o maior órgão imune do organismo – Parte 1

Intestino, o maior órgão imune do organismo – Parte 1

Cândida Azevedo Henrique Cancian
Complexos multi-enzimáticos melhoram a digestibilidade e desempenho nos suínos

Complexos multi-enzimáticos melhoram a digestibilidade e desempenho nos suínos

Equipe Adisseo
Diversidade microbiana intestinal de suínos e quadros de disenteria suína

Diversidade microbiana intestinal de suínos e quadros de disenteria suína

Amanda G. S. Daniel Roberto M. C. Guedes
Nutrição sustentável de suínos

Nutrição sustentável de suínos

Carlos Alexandre Granghelli Cristiane Soares da Silva Araújo Lúcio Francelino Araújo Luiz Antônio Vitagliano
Rotavirose suína: epidemiologia, patogenia, sinais clínicos, diagnóstico e controle da doença

Rotavirose suína: epidemiologia, patogenia, sinais clínicos, diagnóstico e controle da doença

João Paulo Zuffo Jônatas Wolf Ricardo Yuiti Nagae
Encontro Regional ABRAVES-PR 2022

Encontro Regional ABRAVES-PR 2022

Avaliação da eficácia de um inativador de micotoxinas frente a um adsorvente em leitões na fase de creche

Avaliação da eficácia de um inativador de micotoxinas frente a um adsorvente em leitões na fase de creche

Equipe técnica de suínos da Vetanco
A evolução da suinocultura brasileira e a  importância da realização do 10º IPVS (International Pig Veterinary Society) em 1988

A evolução da suinocultura brasileira e a importância da realização do 10º IPVS (International Pig Veterinary Society) em 1988

Luciano Roppa
A vida intrauterina pode influenciar o desenvolvimento gastrointestinal dos suínos?

A vida intrauterina pode influenciar o desenvolvimento gastrointestinal dos suínos?

Ana Luísa Neves Alvarenga Dias Fernanda Radicchi Campos Lobato de Almeida Fernanda Radicchi Campos Lobato de Almeida Letícia Pinheiro Moreira Thais Garcia Santos
Fêmeas hiperprolíficas: existe manejo ideal durante a lactação?

Fêmeas hiperprolíficas: existe manejo ideal durante a lactação?

César Augusto Pospissil Garbossa
Desequilíbrio entre a oferta e demanda de carne suína e os impactos na rentabilidade do setor

Desequilíbrio entre a oferta e demanda de carne suína e os impactos na rentabilidade do setor

Wagner Yanaguizawa

JUNTE-SE À NOSSA COMUNIDADE SUÍNA

Acesso aos artigos em PDF
Informe-se com nossas newsletters
Receba a revista gratuitamente na versão digital

DESCUBRA
AgriFM - Los podcast del sector ganadero en español
agriCalendar - El calendario de eventos del mundo agroganaderoagriCalendar
agrinewsCampus - Cursos de formación para el sector de la ganadería